sábado, 30 de setembro de 2017

Seria Raquel Dodge uma "criação" de Michel Temer e Gilmar Mendes?




Essa é uma pergunta que muita gente anda se fazendo no país, dado as circunstâncias, em que Raquel Dodge foi escolhida Procuradora-Geral da República (PGR). Uma escolha que rompeu com uma tradição inaugurada pelo ex-presidente da república Luís Inácio Lula da Silva, que durante o seu mandato sempre escolheu o primeiro colocado da lista tríplice do Ministério Público Federal (MPF).

Da lista tríplice enviada pelo Ministério Público Federal (MPF), o mais votado foi, o então vice-procurador eleitoral, Nicolao Dino e em segundo lugar a subprocuradora Raquel Dodge, a escolhida pelo presidente Temer. O que provocou uma grande discussão sobre o critério usado pelo presidente da república, se com base no mérito ou na disponibilidade da sua preferida, em servir aos interesses de um presidente que não faz questão de deixar transparecer que vai exigir reciprocidade da PGR que ele escolheu.

Onde entra o ministro do STF Gilmar Mendes nessa estória? Ocorre que esse ministro da Suprema Corte, que vem funcionando como conselheiro do presidente Temer, segundo a imprensa, foi quem sugeriu o nome de Raquel Dodge ao presidente da república Michel Temer, para ocupar o lugar de Rodrigo Janot, no que foi prontamente atendido no seu pleito.

O futuro dirá de que lado ficará a PGR Raquel Dodge, se do lado da república brasileira ou do presidente da república e do ministro do STF. Tomara que ela escolha o lado do povo. Oxalá!

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Novos Baianos - Mistério do Planeta

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/WWfseMcAUZY" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Leitura dinâmica



A situação do país é de tamanha gravidade que o Comandante Militar do Sul, o Gen. Ex. Edson Leal Pujol em palestra realizada na Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA), defendeu o retorno às ruas das pessoas insatisfeitas com o governo Temer. "Se vocês estão insatisfeitos, vão para a rua se manifestar, mostrar, ordeiramente. Mas não é para incendiar o País, não é isso", disse o general. Isso após o Gen. Ex. Antônio Hamilton Mourão, admitir a possibilidade das Forças Armadas intervirem no processo político brasileiro, para restabelecer a ordem, a moral e a ética no país, porque no seu entendimento, as nossas autoridades governamentais e políticas não tem condição para fazê-lo. Quando um general chega a propor a mobilização do povo e sua ida às ruas para protestar contra o governo é porque a situação desse governo é quase insustentável.

Impopularidade de Temer é preocupante

Já é quase um consenso nacional, a opinião de que o presidente da república Michel Temer, é um presidente extremamente impopular, desacreditado e fragilizado, o que está levando jornalistas e analistas políticos a concluírem que Temer não reúne mais condições para continuar governando o país. Na sociedade civil o sentimento é o mesmo e pela manifestação do Clube Militar e de alguns generais de exército da ativa, o tempo de Michel Temer esgotou-se. Só os políticos dos partidos que fazem parte desse governo e quem está mamando nas tetas desse governo apodrecido tem o desplante de defendê-lo.

Aécio Neves vive os seus estertores

Assim como o presidente Michel Temer, o seu fiel escudeiro, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) não tem mais condições para frequentar como parlamentar o Senado Federal. O que pesa contra esse senador mineiro? Investigado em quase 10 inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) teve sua situação agravada, após a decisão da Primeira Turma do STF em afastá-lo do cargo e impor a esse tucano o recolhimento domiciliar noturno.

Ex-prefeita “ostentação” vive dias turbulentos




A ex-prefeita do município de Bom Jardim no estado do Maranhão, Lidiane Leite, desde que foi afastada do comando da prefeitura do seu município por corrupção, vive dias de desassossego, intranquilidade e nenhuma paz de espírito. É que mensalmente ela recebe a visita de um Oficial de Justiça, convocando-a para dar explicações à justiça sobre a sua desastrada e corrupta administração.

A justiça de Bom Jardim, cidade que fica a 275 km de São Luís (MA), determinou a indisponibilidade de bens da ex-prefeita Lidiane Leite até que chegue à quantia de R$ 12.164.579,81 por atos de improbidade administrativa

Que esse desassossego, que ora vive essa ex-prefeita maranhense, sirva de exemplo para os atuais prefeitos, que por pura vaidade, ambições desenfreadas e o exercício do poder de maneira exagerada e, sem pensar nas consequências futuras, age irresponsavelmente como se fosse dono da prefeitura e os servidores públicos, os seus vassalos e serviçais. É óbvio que num universo de quase seis mil prefeitos em todo o país, existem pessoas sérias e comprometidas com uma administração séria, responsável e consequente.

Enquanto o prefeito está no poder, quase nada lhe acontece, porque ele acaba sempre postergando as ações (através de um batalhão de advogados) movidas contra ele, por improbidade administrativa, mas quando o poder acaba, ai vem a rebordosa, ou seja, uma enxurrada de processos, como água represada e acumulada - que quando rompe o dique, faz um estrago monumental na vida das pessoas, leia-se: dos ex-prefeitos que se julgavam intocáveis.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Martin Garrix & Bebe Rexha - In The Name Of Love (Bruno Mayron) [Reggae MA)

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/BFUVJxXp7dI" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

A poesia segundo Dagmar Destêrro



Corrida

No avanço do tempo corre a vida,

mas nesse tempo há pedras espalhadas,

pedras agudas, carnes esfarrapadas,

sangue jorrando de cada ferida.

O tempo açoita a vida noite e dia

e ele chora, tropeça, levanta e continua.

Só e esperança anima a travessia;

e a alma corre, descabelada e nua.

E a vida não tem tempo, ao tempo, em meio,

de ver o belo existente no caminho;

não perder na corrida é o seu anseio;

sua atenção conserva em desalinho.

No embrião da vida, no tempo, avanço.

Subidas e descidas — tantas conheço:

e na vertigem do correr me canso.

Procuro, em vão, meu horizonte do começo.

Dagmar Destêrro foi uma poeta e membro da Academia Maranhense de Letras (ABL).

Trio Forrozão - Sou o Estopim

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/-i3RKL8zz60" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Yarema Negreiros e Caroline Bóson são as convidadas do Audiência Pública

Para falar de uma profissão em franca expansão nos dias de hoje, a fisioterapia, o programa Audiência Pública deste sábado (30), recebe a Dra. Yarema Negreiros (foto) e a Dra. Caroline Bóson, duas profissionais bem conceituadas no município de São Raimundo Nonato e em toda região do território Serra da Capivara. O público poderá interagir com as convidadas do programa Audiência Pública, através do telefone fixo: 3582-1497, pelo e-mail: capivara550@yahoo.com.br e acessando o site: www.radioserra da capivara.com.br.

O programa Audiência Pública é comandado pelos jornalistas Jaerton Negreiros e Dom Severino e vai ao ar das 11h30 às 12h30.

Jorge Ben Jor - Caramba... Galileu da Galiléia

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/erXZipJUSC8" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Leitura dinâmica



Palocci chuta o pau da barraca

Somos um partido ou uma seita guiada por uma pretensa divindade?”, indaga Palocci
Sob a ameaça de expulsão do seu partido, o ex-ministro dos governos Lula e Dilma, o médico Antônio Palocci se antecipa à sua iminente expulsão do seu partido e rasga a fantasia do Partido dos Trabalhadores (PT) e do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, ao afirmar que houve uma evolução e acúmulo de corrupções nos governos do PT, a partir do segundo mandato de Lula.

O PT é solidário com Aécio Neves

Os senadores do Partido dos Trabalhadores (PT) em manifestações pelos corredores do Senado, estão se articulando para saírem em defesa do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que acaba de ser afastado do seu mandato pela primeira turma do STF com base na denúncia do Ministério Público Federal (MPF), após esse senador mineiro ter sido investigado com base na delação premiada dos irmãos Joesley e Welesy Batista. Esse ato estranho do PT do Senado, não é bem um ato de solidariedade a esse senador tucano, um dos algozes da ex-presidenta Dilma Rousseff, mas uma ação de troca de apoio entre PT e PSDB, uma vez que alguns senadores petistas estão na alça de mira da Suprema Corte. Como quem diz: hoje eu te protejo e amanhã você me protege.

Promotor de Justiça é vítima de racismo


O Promotor de Justiça do estado do Piauí, Francisco de Jesus Lima, vítima de um ato de racismo no estado de Santa Catarina, ao participar de um evento promovido pelo Ministério Público Estadual (MPE) desse estado da região Sul. Ato esse presenciado pela Promotora de Justiça do estado do Maranhão, Selma Regina Souza Martins, que emprestou solidariedade ao seu companheiro piauiense. Embora velado, o preconceito contra negros no Brasil existe, sobretudo na região Sul, onde a presença de descendentes de colonos europeus é muito grande.