sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Leitura dinâmica

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), com a ascensão de Michel Temer ao poder, perdeu espaço no seu partido e hoje ocupa uma posição secundária na cena política nacional, sendo ofuscado completamente pelo senador Romero Jucá, que assumiu a presidência do PMDB Nacional em substituição ao presidente da república Michel Temer. Renan Calheiros tenta romper o isolamento a que foi submetido por Jucá, mas até aqui, ainda não conseguiu recuperar o seu antigo brilho e poder de influência sobre um partido que durante muito tempo esteve sob o seu comando, embora Temer fosse sempre o presidente.

Eduardo Cunha deve vir recebendo garantias externas

O ex-presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha, hoje presidiário em Curitiba, vive ensaiando uma delação premiada, mas, acaba sempre refugando na hora de apresentar as informações que lhes garanta o benefício da delação premiada, como se recebesse de fora do presídio a garantia de que ele será solto após a saída do Procurador-Geral da República Rodrigo Janot.  

Raquel Dodge: o enigma

O Brasil está de pé atrás com a nova Procuradora-Geral da República Raquel Dodge, a segunda mais votada de uma lista tríplice que o presidente da república Michel Temer escolheu, supostamete para defender os seus interesses e protegê-lo das sérias denúncias que delatores tem feito contra Sua Excelência, o presidente. O encontro de Temer e Dodge fora da agenda presidencial e na calada da noite, despertou a suspeita do povo brasileiro sobre uma autoridade que foi escolhida para servir ao presidente, mesmo que supostamente não tenha havido nenhum acordo prévio.

O fiel servidor de Temer


O presidente da república Michel Temer, ainda se sustenta no governo, porque conta com fiéis servidores, como o presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), que deve ser grato ao presidente por tê-lo ajudado e contribuído para a sua eleição para presidente dessa casa do Congresso Nacional. Rodrigo Maia que vem desafiando e desrespeitando os partidos e OAB, que deram entrada na Câmara Federal com pedidos de impeachment de Temer.
Postar um comentário