terça-feira, 15 de agosto de 2017

Leitura dinâmica



O PSDB e o DEM não têm moral e prestigio suficiente para aspirar à presidência da república. É que ambos os partidos representam a nossa velha e carcomida política, responsável pelo nosso atraso secular. Assim como o seu parceiro, o PMDB que está no poder graças a um grande conluio e conspiração contra o governo da então presidenta Dilma. Isso quer dizer que esses três partidos são iguais em tudo. Votar em um é votar na política que o PMDB, PSDB e DEM insistem em fazer permanecer neste país. Convém lembrar que o governo de Temer é o governo de Geraldo Alckmin e Rodrigo Maia.

Violência explode no Ceará

Segundo a Globonews, no último trimestre o estado do Ceará contabilizou 1200 mortes. Pasmem! Só no mês de maio foram registradas mais de 400 mortes. Os Crimes Violentos, Letais e Intencionais “explodiram” neste mês de maio. Superaram os 400 casos, levando as estatísticas da Segurança Pública do Ceará às alturas e fazendo furos no barco do programa “Ceará Pacífico”. A guerra declarada entre as facções criminosas que atuam no estado vem produzindo efeitos catastróficos para a Segurança e causando um derramamento de sangue nas ruas, deixando órfãos, viúvas e famílias inteiras na mais profunda tristeza. Na sociedade, a sensação é de medo generalizado. No Brasil atual existe um verdadeiro campeonato nacional do crime, com os estados do Ceará, Rio de Janeiro, Bahia, São Paulo, Pernambuco, Amazonas, Pará e Alagoas disputando o primeiro lugar.

Temer honra a palavra empenhada

O presidente da república Michel Temer para provar que tem palavra, acaba trocar o comando da Companhia de Desenvolvimento do Vae do São Francisco (CODEVASF) para atender um pleito do deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PE), um dos baluartes da sua luta contra a admissibilidade do pedido de autorização do Procurador-Geral da República (PGR) Rodrigo Janot para que o STF o investigasse. Temer honrou sua palavra entregando o comando a CODEVASF para um eleitor do parlamentar Heráclito Fortes. Tudo na base do toma lá dá cá. É que a coisa funciona nos países atrasados e subdesenvolvidos.

Mineração e Nim ameaçam a apicultura
 

Cicatrizes deixadas pela exploração de minérios
A exploração de minério de ferro e a plantação indiscriminada de Nim, no território Serra da Capivara ameaçam a produção de mel, um do produto de exportação piauiense com melhor aceitação no mercado externo, devido sua a pureza. Com a entrada em operação da exploração de minério de ferro nesta região, o impacto ambiental provocado pelas mineradoras, no mínimo irá comprometer a excelente qualidade do mel desta região do estado do Piauí. A introdução dessa planta no semiárido nordestino se mostrou incompatível com a flora e a fauna desta região, segundo o Pacto Ambiental da Região dos Inhamuns (Parisc).
“Os minérios, tanto metálicos como não-metálicos, são utilizados, como é sabido, em uma infinidade de produtos humanos, da construção civil a bens industriais. No entanto, como a mineração em geral trabalha bem distante das cidades, poucas pessoas se dão conta dos seus extraordinários impactos ambientais. O máximo que a maioria das pessoas já viu foram as pedreiras urbanas, enquanto elas ainda eram toleradas em cidades como Rio de Janeiro, que deixaram enormes cicatrizes na paisagem citadina. Essas pessoas não se dão conta do assustador volume de resíduos decorrente dessa atividade. A tabela seguinte revela o montante de exploração de três minerais metálicos”. (Carlos Gabaglia Penna)
Postar um comentário