quinta-feira, 3 de agosto de 2017

A exploração de minério de ferro poderá prejudicar a apicultura




Um dos mais importantes setores de economia sãoraimundense, a apicultura, poderá ser prejudicado de modo a desaparecer do mapa da economia piauiense, com a entrada em funcionamento, da exploração de minério de ferro nessa nova província mineral.

Definidas as províncias minerais, elas foram classificadas em função de seu grau do cruzamento entre o potencial mineiro e as perspectivas e possibilidades da economia mineral nacional e internacional. Após o estudo de viabilidade econômica, se positivo a província entra em funcionamento.

Para os ambientalistas não há nenhuma dúvida de que a exploração mineral é danosa ao meio ambiente e principalmente em áreas onde se verifica uma grande ocorrência de enxames de abelhas, principalmente em escala comercial, como acontece na microrregião de São Raimundo Nonato. Entre os fatores que prejudicam a produção de mel, além da seca intensa, um outro fator aparece no horizonte desse importante seguimento da nossa economia, que é a exploração de minérios no território da Serra da Capivara.

Se a humanidade quer manter um bom nível de conforto material, é inevitável a atividade mineral. No entanto, essa é possivelmente a atividade econômica que menos se preocupa com os problemas ambientais. A distância dos centros urbanos e a ausência de ambientalistas nas áreas de exploração de minérios, favorecem a desatenção e cuidados para com o meio ambiente, embora algumas mineradoras, como seria de se esperar, tenham progredido bastante nesse sentido.

Na região do semiárido piauiense a criação de abelhas já é uma atividade econômica consolidada, o que requer de parte das nossas autoridades uma atenção especial, no que tange a proteção dessa importante atividade comercial para esta região e quiçá para o estado e o país, uma vez que o mel, a cada dia que passa, mais ele se firma como um produto de exportação com excelente colocação no mercado externo. O que não pode ser atribuído ao nosso minério de ferro, cuja produção não conta com uma infraestrutura de transporte viável.

A produção de mel no estado do Piauí, vem apresentando um elevado nível de empregos, do aumento da renda do trabalhador e dos lucros do empresário desse setor. A propósito: a produção de mel não degrada o meio ambiente, muito pelo contrário, ela funciona como uma proteção do ecossistema.  
Postar um comentário