quarta-feira, 31 de maio de 2017

Os 80 anos de José Cesário (Saraiva)

Neste dia 31/05 quem aniversariou foi o servidor público aposentado José Cesário de Oliveira (Saraiva), o esposo de Joanilde Vaz, pai de Magda Oliveira, Joaquim Neto, Manoel Carlos e Clebert Saraiva, avô de Kayo Eduardo, Marília Raquel, Yasmin Oliveira, Aline Geovana, Luana Gabriele, Lays Vitória, Rafael Oliveira, irmão de Leny, Lisete, Nice, Zé Luís, Ernandes, Dila, Walter (Waltinho), Waldy Cesário Oliveira, cunhado de Aurister, Ilma e sogro de Edileusa Oliveira.  

A festa de aniversário de Saraiva contou com a presença dos amigos: Nelito e Suely Costa, Aurinda, Dalila, Rosa Maria, Rosa Célia Oliveira (Célia), Silvana Rocha e das sobrinhas Raquel Negreiros e Mirian Rangel.

Foi uma grande e animada festa, essa, com direito a discursos do grande orador Waldy Oliveira (irmão do aniversariante), do empresário Nelito Costa (amigo do aniversariante) e Aline Geovana (neta).









France Gall - Poupée de cire, poupée de son

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/rRva0YOVtcI" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Francoise Hardy - Le Temps de l'Amour

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/DUQ37gAwHtw" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Pabllo Vittar - K.O.

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/3L5D8by1AtI" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Pabllo Vittar é cantor e compositor maranhense. Saiba mais sobre esse artista genial, nascido no município de Santa Inês no estado do Maranhão no Wikipédia.    

Tudo pela governabilidade e nada pelo povo

Tudo pela governabilidade. Até o sacrifício do povo brasileiro.

O Brasil está ingovernável, mas o presidente Michel Temer se mantém no comando do país - em nome da governabilidade. Isso é quase um consenso nos três poderes da república.

Se assim não fosse, a Câmara Federal já teria aberto um processo de impeachment contra um presidente, contra quem pesam sérias e graves acusações. A delação premiada do empresário Joesley Batista atingiu o coração do poder e feriu de morte o presidente Michel Temer.

Um presidente que em menos de dois anos de governo, já perdeu quase a metade dos seus ministros, sendo que a maioria deles sob suspeita de envolvimento com corrupção e quatro dos seus assessores diretos, também sob o mesmo motivo; não reúne mais condições morais para liderar um país que precisa com urgência vencer uma série de crises, com destaque para as crises política, econômica e moral.

Quem ainda dá sustentação ao governo Temer é o PSDB e o mercado.

O Brasil tem mais um herói



O ministro do STF Edson Fachin que substituiu o ministro Teori Zavascki na relatoria da Operação Lava Jato, assim como o ex-ministro Joaquim Barbosa e o juiz federal Sérgio Moro - é mais um brasileiro a ocupar a galeria dos heróis nacionais.

Para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, o ministro Edson Fachin está envolto em pressões e afirma: “Que há um cerco, há” - se fechando contra o relator da Operação Lava Jato e pede proteção institucional ao seu companheiro de toga.

As pressões que o ministro Edson Fachin vem sofrendo, são internas e externas, ou seja, do próprio Poder Judiciário e dos poderes Executivo e Legislativo, para que seja mais condescendente para os políticos envolvidos com a corrupção.

Como esse ministro na transige naquilo que considera correto, ele enfrenta todo tipo de pressão e reage como se espera de um patriota altruísta: com firmeza, determinação e amor à pátria.

A pressão interna foi revelada pelo ministro Luís Roberto Barroso ao pedir para o seu colega proteção institucional.

terça-feira, 30 de maio de 2017

David Garrett - Somewhere over the rainbow - Bayreuth

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/t3moctOmjus" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Economia portuguesa apresenta um crescimento moderado


A taxa de desemprego em Portugal, durante o mês de abril manteve-se nos 9,8%, a mesma taxa de  março. De acordo com uma estimativa rápida divulgada esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), esta é a taxa mais baixa desde fevereiro de 2009. Em Bruxelas, o comissário europeu dos Assuntos Econômicos considerou que o desempenho econômico de Portugal, que já resultou na saída do Procedimento por Déficit Excessivo, merece também uma avaliação mais positiva por parte das agências de notação financeira.

“Quando o desempenho macroeconómico melhora, e é esse o caso, e quando as finanças públicas estão mais em ordem, mesmo que subsistam problemas de dívida que não podem ser subestimados, então não será ilógico que aqueles que avaliam a economia portuguesa se deem conta de que os riscos não podem ser olhados hoje com os óculos de ontem”, lembrou Pierre Moscovici.

O comissário europeu respondeu desta forma a uma questão do eurodeputado socialista Pedro Silva Pereira, sobre se Portugal poderia esperar uma subida do ‘rating’ após ter saído do Procedimento por Défice Excessivo…mas deixou claro que “não cabe à Comissão Europeia falar diretamente com as agências de classificação de risco”. Com Euronews