domingo, 31 de julho de 2016

Maia causa desconforto na base aliada de Temer



Rodrigo Maia e Aécio Neves após vitória do primeiro
“Se o Michel for confirmado presidente, e o governo chegar a 50% de ótimo e bom, ele é que será o candidato do nosso campo, quer queira, quer não”, disse Rodrigo Maia

O presidente da Câmara Federal para um mandato tampão, Rodrigo Maia (DEM-RJ) ainda nem bem se instalou e já começou se atritando com os tucanos que sonham em votar ao poder em 2018 ao lançar o presidente provisório Michel Temer candidato à reeleição, caso esse peemedebista seja efetivado no governo.

O deputado federal Rodrigo Maia que se elegeu presidente da Câmara Federal como o apoio do PSDB, botou a carroça na frente dos bois em entrevista ao jornal Estadão. Isso acabou gerando um desconforto muito grande dentro do PSDB e deixou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) particularmente incomodado e insatisfeito com aquele que ele julgava seu pupilo.

Diante dessa manifestação pública de Rodrigo Maia, o senador Aécio Neves e o governador Geraldo Alckmin ficaram com a pulga trás da orelha, ou seja, desconfiando do DEM e o presidente da república provisório.  

Para os tucanos, ouvidos a respeito dessa manifestação intempestiva de Maia, esse parlamentar fluminense está funcionando como porta voz do Palácio do Planalto.
Postar um comentário