domingo, 31 de julho de 2016

Maia causa desconforto na base aliada de Temer



Rodrigo Maia e Aécio Neves após vitória do primeiro
“Se o Michel for confirmado presidente, e o governo chegar a 50% de ótimo e bom, ele é que será o candidato do nosso campo, quer queira, quer não”, disse Rodrigo Maia

O presidente da Câmara Federal para um mandato tampão, Rodrigo Maia (DEM-RJ) ainda nem bem se instalou e já começou se atritando com os tucanos que sonham em votar ao poder em 2018 ao lançar o presidente provisório Michel Temer candidato à reeleição, caso esse peemedebista seja efetivado no governo.

O deputado federal Rodrigo Maia que se elegeu presidente da Câmara Federal como o apoio do PSDB, botou a carroça na frente dos bois em entrevista ao jornal Estadão. Isso acabou gerando um desconforto muito grande dentro do PSDB e deixou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) particularmente incomodado e insatisfeito com aquele que ele julgava seu pupilo.

Diante dessa manifestação pública de Rodrigo Maia, o senador Aécio Neves e o governador Geraldo Alckmin ficaram com a pulga trás da orelha, ou seja, desconfiando do DEM e o presidente da república provisório.  

Para os tucanos, ouvidos a respeito dessa manifestação intempestiva de Maia, esse parlamentar fluminense está funcionando como porta voz do Palácio do Planalto.

MANO BORGES & Zeca Baleiro - Nós

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/iZRdazcf2n0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Mano Borges é um cantor e compositor piauiense, nascido no município de Floriano, mas com formação musical e cultural maranhense.

Algozes de Dilma estão sendo apoiados por petistas e comunistas



PT, PCdoB e PP estão juntos, misturados e abraçados.

O Partido dos Trabalhadores, quem diria, acabou na vala comum, misturado a partidos que antes combatia e o que é pior: a partidos que traíram a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula ao votarem pela admissão do processo de impeachment de uma presidenta legitimamente eleita pelo voto popular.

Uma cena ridícula, para não dizer absurda e até risível, presenciaram no dia de ontem no município de piauiense de São Raimundo Nonato, os seus munícipes, quando da convenção da candidatura do Partido Progressista nesse município, onde petistas e comunistas se confraternizavam com membros do PP, do partido do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) que traiu vergonhosamente a presidenta Dilma e o ex-presidente da república, Luís Inácio Lula da Silva.

Aqueles que presenciaram essa cena ridícula ficaram escandalizados. É que PT e PCdoB juntos com o PP é um verdadeiro escândalo para os petistas e comunistas puristas.  

Os dinossauros da política teresinense




O teresinense deve aproveitar a eleição municipal de 2016 para dar um basta nos dinossauros e políticos profissionais da política teresinense. Homens e mulheres que vivem da política e para a política. A política do atraso, é bom que seja dito. Do atraso porque não visa o interesse público, mas, principalmente, os interesses familiares e particulares.

O prefeito Firmino Filho (PSDB), por exemplo envelheceu na política e já está no seu terceiro mandato e o seu partido, há mais de um quarto de século (mais de 25 anos) é o dono do poder em Teresina.

Vereadores como Edson Melo, um tucano juramentado, caminha para o seu sexto mandato e a sua folha de serviços prestados ao teresinense não justifica essa sua trajetória política. Esse é um dos dinossauros.

É hora de expurgar o PSDB do poder em Teresina e renovar a política na capital piauiense. Renovar não significa necessariamente, eleger políticos jovens, mas, políticos com cabeças antenadas com o novo e preocupadas com um futuro melhor para os teresinenses.

por Sant Clair Moreira Serra